quinta-feira, 7 de maio de 2009

MISSÃO SE FAZ COM ORAÇÃO. E COM JEJUM TAMBÉM!

“E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disso o Espírito Santo: separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a Obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.” (At 13:2-3)

José Martins disse, corretamente: “A oração é a essência da obra missionária. Não é só uma atividade necessária ao sucesso da Obra – é a Obra em si. É a prática mais missionária possível, quando vivida de maneira bíblica.”
É evidente que Martins não quer dizer que oração e missões são a mesma coisa, mas, sim, que devem vir interligadas uma à outra. Nunca é demais enfatizar a importância da prática da oração na obra missionária.
Quando o Espírito Santo ordenou que a igreja de Antioquia separasse Paulo e Barnabé para a obra a que os tinha chamado, os crentes estavam em oração. Essa verdade está, respectivamente, implícita e explícita em Atos 13:2-3.
Implicitamente porque o versículo 2 diz o seguinte: “E, servindo eles ao Senhor, e jejuando...” Pelo fato de a igreja estar jejuando, subentende-se que ela também estava orando. Seria incoerente pensar que uma igreja que estava adorando a Deus e jejuando não estivesse em oração. Nem toda oração é feita com jejum, mas todo jejum bíblico é feito com oração. Além disso, temos uma evidência explícita de que a igreja de Antioquia realmente orava naquela ocasião: “Então, jejuando e orando...” (v 3). Não sabemos ao certo se o jejum do v 3 é o mesmo do v 2. Mas, pela urgência do chamado do Espírito, tudo indica que sim. Todavia, se esse jejum é ou não o mesmo, isso não importa. O importante é saber que a igreja de Antioquia era uma igreja de oração, que fazia da oração a base de sua missão.
É provável que o exemplo dessa igreja tenha marcado positivamente o ministério de Paulo, que sempre foi um homem de oração e recomendava às igrejas que orassem por ele e pela expansão do evangelho de Jesus Cristo.
Agora, mais do que simplesmente orar, a igreja de Antioquia era uma igreja que exercia a prática do jejum. É impressionante a ênfase de Lucas sobre o jejum. Em Atos 13:2, diz que a igreja jejuava, mas não menciona a oração, embora saibamos que ela também orava. Em Atos 13:3, a palavra “jejuando” está na frente da palavra “orando”. No texto grego é a mesma coisa: nestéusantes kai proseuxamenoi. A ordem das palavras é significativa e não pode ser menosprezada, como parece fazer a maioria dos autores que consultamos.
A ênfase de Lucas é importante por, pelo menos, duas razões:
1) Não devemos pensar que a igreja de Antioquia jejuava porque trazia resquícios do judaísmo. Absolutamente. Primeiro, Lucas era gentio (provavelmente da cidade de Antioquia da Síria) e, por isso mesmo, qual seria o seu interesse em dar tanta ênfase sobre uma prática estritamente judaica? Segundo, a igreja de Antioquia foi uma das igrejas mais antijudaicas do passado, no que se refere às práticas religiosas do judaísmo. Direta ou indiretamente, o concílio de Jerusalém, conforme Atos 15, foi realizado por causa desse antijudaísmo-cerimonialista.
2) Acreditamos que Lucas fez questão de enfatizar a prática do jejum para mostrar que o jejum e a oração não são incompatíveis na vida de uma igreja e, também, como essa prática tinha valor (e ainda deve ter) em uma igreja verdadeiramente missionária.
Se muitas das nossas igrejas, hoje em dia, têm deixado de praticar a oração, de rogar ao Senhor da seara, para que envie mais trabalhadores ao campo, de interceder pelos missionários e pela obra missionária de modo geral, o que dizer então, da prática do jejum?
Acredito que, até agora, as igrejas históricas não têm dado muito crédito ao jejum porque subestimam a importância dessa prática na vida do povo de Deus. Quantos membros jejuam? Muitos de nós mal oramos, diga-se de passagem.
Embora a Igreja primitiva tenha vivido momentos de muitas provações, nada indica que, naquela ocasião especial de Atos 13, a igreja de Antioquia estivesse jejuando e orando porque passava por momentos difíceis. Pelo contrário, o contexto próximo, mais precisamente o capítulo 12, indica que a Igreja Primitiva, de modo geral, estava vivendo um dos seus melhores dias. Pedro havia sido liberto milagrosamente da prisão e um dos maiores inimigos da igreja, o rei Herodes Agripa I, foi morto mediante a intervenção de um anjo do Senhor. Enquanto isso, “a palavra do Senhor crescia e se multiplicava” (At 12:24).
A igreja de Antioquia buscava a presença de Deus pelo simples prazer de estar servindo a Deus. E continuou assim quando enviou seus missionários e os sustentou com fervorosas orações. Que Deus conceda à Igreja brasileira a graça de ser uma Igreja que se alegre em estar em sua presença, intercedendo, dia após dia, pela obra missionária no Brasil e no mundo.

Por Rev. Josivaldo de Fraca Pereira – pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil em Bragança Paulista – São Paulo

Fonte: Revista Povos nº 3

5 comentários:

  1. Olá Valéria!
    Estava visitando alguns blogs e cheguei até ao seu e gostei muito. Principalmente pelo trabalho de Missões e pela divulgação do que acontece neste mundo e que muitos irmãos não tem conhecimento.

    É um ministério qie segue à risca o "ide" de Jesus.

    Já estou seguindo eu blog. Faça uma visita em

    http://blogdopcamaral.blogspot.com

    se gostar vamos seguir um ao outro.

    Que Deus continue abençoando grandemente este ministério de extrema importâcia e que leva a Palavra de Deus aos lugares mais remotos e mais fechados para o evangelho!

    ResponderExcluir
  2. Olá Valéria!
    Gostei muito deste artigo e publiquei no meu blog com os devidos créditos para divulgar seu trabalho que eu sei que É de extrema importância, conforme havia comentado antes. O link para a postagem é:

    http://blogdopcamaral.blogspot.com/2009/09/missoes-se-faz-com-oracao-e-com-jejum.html

    Veja como ficou.

    Deus te abençoe cada vez mais!

    ResponderExcluir
  3. Provérbios 6: 16 - 19 - Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos.

    Prezados Irmãos
    Nunca antes na história do Brasil vimos tantos casos de corrupção, falta de ética e de moralidade por parte de nossos governantes.
    O que vemos em Provérbios se enquadra bem aos nossos governantes e parlamentares.
    1. Olhos altivos - pensam estar acima da lei. É comum ouvirmos a frase "Fulano de tal com a biografia que tem deveria ter tratamento diferenciado". Se esquecem que para Deus todos somos iguais e nossa Constituição também determina que todos são iguais perante a lei.
    2. Língua Mentirosa - Quantas mentiras ouvimos todos os dias -"Eu não sabia", ou "o apagão foi causado por raios", "o mensalão não existiu", ou ainda falsificar o curriculum vitae dizendo que tem títulos que não tem.
    3. Mãos que derramam sangue inocentes - Pessoas que participaram de atos terroristas no passado levando dor e sofrimento a centenas de famílias inocentes, hoje além de ganhar altas pensões do governo se candidatam e ocupam altos cargos no governo.
    4. Coração que trama projetos iníquos - Governantes e parlamentares que não respeitam a legislação e a Constituição e tramam ações que permita sua perpetuação no poder. Cometem atos de corrupção enquanto o povo necessitado é mal atendido pela rede pública de saúde, nossos filhos não tem um ensino de qualidade na rede publica, nossa integridade física está sempre ameaçada pela violência, pelas balas perdidas, pelo crime, pelas drogas.
    5. Pés que se apressam a correr para o mal - Projetos como o Ficha Limpa, de iniciativa popular com mais de um milhão e trezentas mil assinaturas são colocados em segundo plano, já os projetos que prevêem benefícios para governantes e parlamentares são rapidamente aprovados, inclusive por atos secretos.
    6. Testemunha falsa que profere mentiras - O célebre "eu não sabia", ou "rouba mas faz", ou mesmo "todo o político é assim", são inaceitáveis para Deus.
    7. O que semeia contendas entre irmãos - leis que em vez de beneficiar o cidadão independente de raça, religião ou sexo, servem para semear a desunião e o conflito entre irmãos, se esquecendo, que independentemente de nossa raça, somos todos criaturas de Deus, feitos a Sua imagem e semelhança.
    Como Cristãos temos o dever profético de elevar nossa voz contra a iniqüidade de nossos governantes. Temos o dever de exortá-los a agir de acordo com os ensinamentos das Sagradas Escrituras.
    Ou nos unimos agora na batalha contra o mal, ou em breve estaremos novamente adorando nosso Deus escondidos em cavernas, sendo perseguidos como são os verdadeiros cristãos em Cuba, na Coréia do Norte, no Irã, nos países muçulmanos e em diversas outras partes do mundo.
    Convidamos para que se junte a nós na luta por um Brasil de que possamos nos orgulhar, com políticos mais éticos, honestos e com senso de moral. http://bralilivreedemocrata.blogspot.com.br. Brava Gente Brasileira http://bravagentebrasileira.ning.com/. Contamos com você!

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz

    Meu nome é Edinelson Lopes, sou coordenador de evangelismo do ministério Siga o Mestre, um ministério cristão de evangelismo e discipulado.

    Quero parabenizar por seu excelente trabalho missionário deste blog (site) e lhe convidar a conhecer nosso blog, com matérias que apresentam o evangelho simples, sem misticismos ou fábulas, apontamos o cristianismo prático como culto racional, a resposta de Deus para a ardente expectativa dos homens, tanto dos salvos quanto dos que se perdem.

    Entramos em contato com você porque procuramos estabelecer contato com blogs cristãos de irmãos que estejam realmente focados e preocupados com a real necessidade das pessoas: Jesus, o Cristo.

    Venha nos conhecer.
    Aguardamos sua visita no desejo de podermos lhe abençoar.

    Forte abraço, em Jesus, o Mestre.
    BLOG - SIGA O MESTRE

    Obs 1: Devido a extrema relevância e oimportância deste blog (site), passamos a seguí-lo.

    Obs 2: Podemos ampliar o alcance de nossos trabalhos na internet, acesse PARCEIROS.

    ResponderExcluir
  5. oi
    que Deus te abençoe muito
    quero pedir um favor: divulga meu blog
    nacoesherancadedeus.blogspot.com

    ResponderExcluir